terça-feira, 4 de agosto de 2009



















Mais uma década a somar, compadre. E a elas já nos habituámos. A vida e o seu fluir que a todos nos concede o direito de respirar enquanto as águas correm. Não te neguem os deuses as rosas que na voz e nas mãos sempre doaste generosas para encanto das avezinhas que em torno de ti rodopiavam radiosas. Outra ave mais renovada se apodera de ti toda marota. Ave das tuas asas. Água benta da tua água limpa. Cantarinho junto à fonte , com o sol a amanhecer. Caminhemos com essa aguarela de luz traquina, que nos remoça em cada sorriso. E não nos interroguemos. Há muito verde e azul que se derrama vigoroso na trepadeira da varanda dos olhos. Dos nossos ainda e dos dela tanto! Respiremos com serenidade. E enquanto a cor nos entra e a princesa saltita Matita, que entre outro “enta” e que a taça se eleve esfuziante.

8 comentários:

gracinda disse...

Quando os anos passam, e isso só por si é uma benção,é verdade que é a chegada de rebentos das nossas árvores que fazem as delícias maiores de cada dia...Os Filhos, A Matildinha, "sua marota" ...e os amigos também.
Saúde para todos nós e erga-se a taça que nos ajude a celebrar e assim prosseguir
Nina

Anónimo disse...

Antes de partir para férias vim despedir-me do seu blog até ao dia 18 de Agosto.Mais um aniversário com mais um belo texto.Gostaria muito de a conhecer um dia,Ibel.Se o blog corresponder ao perfil que de si tracei, deve ser uma mulher muito especial.Parabéns para o seu compadre.
Boas Férias.
Alda

Ana Maria disse...

Pela referência ao compadre, e espero não me enganar, julgo que o aniversariante é o marido da simpática Gracinda, embora o "nina" me tenha confundido.Será que estou enganada?
Muitos parabéns e que conte muitos.

Fidalgo disse...

É uma data marcante esta dos sessenta! Mas as outras também são importantes para celebrarmos o fluir da existência: façamos do tempo não um Saturno devorador, mas um cavalo que dominamos e com cujo freio fazemos o tempo correr com alegria! Muitos e bons, companheiro!

estrelinha disse...

Tio Castanheira, abre-se, hoje, uma nova década na tua preciosa existência e cá estou eu, na primeira fila, para te aplaudir e desejar que prossigas com a música e a poesia pela vida fora!!

Abraço bem terno desta sobrinha,

Ana

Zé disse...

Parabéns para o aniversariante.
Cumprimentos.

M.T disse...

Conheço o aniversariante.É o António Castanheira.Parabéns!!!!
Goza a reforma que bem a mereces, colega!

Ibel disse...

O meu compadre teve uma festa muito bonita onde estiveram os amigos que o têm acompanhado há algumas décadas.Foi uma noite cheia de surpresas que a esposa lhe preparou.Vieram as manas queridas e veio "uma barroca", uma viola fabulosa,uma obra de arte«esculpida» pelo Ulisses, arquitecto de mãos leves e poderosas.